Glossário de A – B

Círculo mágico

Glossário Gamer

18/09/2020

Em 2020, uma batalha entre tropas brasileiras e norueguesas chocou o mundo.  Ela, apesar de rápida – e com poucas baixas em ambos os lados – acabou com a rainha brasileira se sacrificando para que o rei norueguês acabasse encurralado, culminando na derrota do europeu.

Esse texto pode causar estranhamento. Guerra entre Noruega e Brasil? Rainha brasileira se sacrificando? Isso, contudo, realmente ocorreu. No caso, foi uma partida de xadrez online entre o GM Magnus Carlsen (norueguês) e o GM Luis Paulo Supi (brasileiro).

Pode parece sensacionalista descrever uma partida desta maneira, mas fazê-lo desta forma ilustra bem o conceito “Círculo Mágico”. Peças de madeira de tamanhos, formas e cores diferentes se tornam reinos rivais no xadrez, acumular fortunas com o mercado imobiliário em questão de minutos é natural no Monopoly, bater em outra pessoa até que ela desmaie é aceitável em uma luta de boxe.

O que importa é que, enquanto você está no círculo mágico, você efetivamente vive outra realidade e pode até mesmo ser outra pessoa. Basta perguntar a uma pessoa que acabou de jogar GTA o que ela fez. É interessante que a resposta provavelmente virá em primeira pessoa: eu roubei um helicóptero, eu briguei na rua, eu comprei uma casa. E talvez seja ainda mais interessante que, por se tratar deste lugar separado da vida habitual, um discurso destes não gera estranheza.

Círculo Mágico é, portanto, um lugar desligado da vida cotidiana, onde as regras, leis, padrões convencionais não se aplicam. Nele se é possível ser quem – ou o que – você desejar e realizar ações impossíveis – ou socialmente proibidas. Quer ser um super-heroi? Basta jogar jogo do Homem-Aranha. Quer viver um mundo pós-apocaliptico? Saga Fallout.  Salen e Zimmerman vão dizer, pois, que é no círculo mágico onde o jogo ocorre.

Os exemplos são muitos, mas algo que eles têm em comum é que todas essas atividades ocorrem fora da vida habitual, em um espaço delimitado onde a mágica acontece e é real. Todas ocorrem em um círculo mágico.

Leituras complementares:

BAUMGARTNER, L. P. Jogo e Vivência: um método para analisar a interação entre o jogador e o jogo. In: Intercom, 2017, Curitiba. Intercom Junior, 2017. v. 1.

STENROS, Jaakos. In Defence of a Magic Circle: The Social and Mental Boundaries of Play. 2012

HUIZINGA, Johan. Homo Ludens: o jogo como elemento da cultura. São Paulo: Editora Perspectiva S&A, 2000.

SALEN, Katie; ZIMMERMAN, Eric. Rules of Play: Game Design Fundamentals.

Cambridge, MA: MIT Press, 2004.

ZIMMERMAN, Eric. Jerked Around by the Magic Circle: Clearing the Air Ten Years Later. Disponível em <http://www.gamasutra.com/view/feature/135063/jerked_around_by_the_magic_circle_.php>. Último acesso em 18 de novembro de 2016.

Mini-CV

Lucas Baumgartner é mestre em Comunicação e Práticas de Consumo e bacharel em Publicidade e propaganda pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM-SP). Lattes: http://lattes.cnpq.br/3238575774858345.

E-mail: lucas.pb@protonmail.com

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe com seus amigos