Glossário gamer: entenda palavras e expressões usadas pelos jogadores

Conhecendo o vocabulário, você compreende contextos in-game e até fora dele
Mulher com smartphone na horizontal
13/12/2022
POR
Otavio Cintra
COMPARTILHE:

O que você vai ver neste artigo:

Seja jogando ou lendo sobre games, você já se deparou com uma palavra específica de jogos eletrônicos e não entendeu o que significa? Aqui é o lugar de descobrir o que ela quer dizer. 

Além de ficar por dentro desses termos e compreender seu significado in-game, hoje em dia esses termos têm furado a bolha gamer e sido utilizados até nas redes sociais em outros contextos. Afinal, segundo a PGB 2022, 74,5% dos brasileiros costumam jogar jogos, 65,5% jogam online de três a 7 dias da semana e 63,2% acompanham ou assistem e-sports. 

Confira o glossário e tenha um GGWP (não entendeu? veja o significado abaixo).

Glossário gamer

De palavras comuns a todos os jogos a particulares de alguns gêneros, entenda abaixo algumas palavras do vocabulário gamer.

Avatar: representação do player. Ela pode ser de duas maneiras: uma imagem, que remete ao perfil do jogador; ou o próprio personagem com quem ele joga. Exemplo: “Como que você para trocar a foto do seu avatar?”.

Bot: personagem controlado pela inteligência artificial. Eles são comuns em modos de treinamentos e em modos com dinâmicas competitivas – pois eles preenchem as equipes. Exemplo: “Esse treinamento tem bastante bot”.

Buffar: melhorar, aprimorar. Usado quando algum personagem ou item foi atualizado e melhorado. Em geral, personagens e itens são buffados porque estão sendo pouco escolhidos pelos jogadores, possivelmente por estarem mais fracos, e aí tentam equilibrá-los na média. Tanto a palavra quanto as atualizações são frequentes em jogos online. Exemplo: “Esse personagem foi buffado, está dando mais dano que antes”.

Build: seleção de itens que compõem o personagem, potencializando suas habilidades e características. Comum em jogos MOBA e RPG, habitualmente há inúmeros itens à disposição do player, e aí ele pode montar a build como desejar. Por exemplo: se quer que o personagem dê mais dano, priorize itens que aprimoram esse atributo; se quer ser mais veloz, seleciona itens focados em movimento. 

Call: instrução, chamada. É quando um player informa outro sobre alguma coisa, como uma tática ou posicionamento, por exemplo. Exemplos de calls: “Vou ficar vigiando a bomba”; “vi um inimigo entrando na casa”; “vou gankar a esquerda”.

Camperar: se esconder para eliminar inimigo de surpresa. Verbo vem do termo camper, que é justamente o jogador que adota essa estratégia de esperar escondido os inimigos aparecerem na sua frente para matar. Isso é muito comum em jogos online de tiro. Exemplo: “Tem um inimigo camperando dentro da casa”.

Cheat: truque ilegal que beneficia o jogador; trapaça. Exemplos de cheats: aumentar a vida, acessar lugares inacessíveis do mapa, conseguir correr sem parar. O jogador que faz isso é chamado de cheater.

Comeback: virada de placar. Exemplo: “Esse comeback foi incrível. Estava 10 a 8 pra eles; viramos para 15 a 10”.

Counterar: se ajustar para neutralizar inimigo ou time adversário, que provavelmente está forte. Essa espécie de contra-ataque pode acontecer mudando build, posicionamento ou até mesmo a forma de jogar. É comum em jogos competitivos, principalmente MOBAs. Exemplo: “O personagem deles tá tirando muita vida. Vou trocar meus itens para ter mais defesa”.

DLC: conteúdo para download (downloadable content, em inglês). São conteúdos extras que o jogador pode baixar para um jogo, como fases, personagens, armas e skins, por exemplo.

Dropar: derrubar, deixar. Exemplo: “Estou sem espaço no inventário, preciso dropar um item”.

Easter Egg: detalhes sutis ou escondidos. Os easter eggs aparecem nos games de três formas: itens, skins, frases, objetos, cenários e outras coisas que façam referência a algo, como um outro jogo ou até mesmo dando spoiler; personagens, NPCs ou situações especiais; novo ambiente ou nova fase. Exemplos de easter eggs: Em The Last of Us 2, Ellie encontra o anel de Nathan Drake, protagonista de Uncharted; em Red Dead Redemption 2, é possível ver um trem fantasma.

Farmar: se fortalecer. Palavra vem do verbo inglês “to farm”, que significa cultivar. E porque isso tem a ver com fortalecimento: em RPG e MOBA, quando alguém diz que está farmando, está querendo dizer que está fazendo ações que fortalecem sem personagem. Uma situação assim é ela estar eliminando inimigos fracos para ganhar level e poder enfrentar adversários mais fortes. Exemplo: “Estou farmando para eliminar o boss”.

FPS: se tratando de games, FPS é sigla para duas coisas diferentes. A primeira é First Person Shooter (Tiro em Primeira Pessoa, em português), que é um gênero de jogo; a outra é Frames per Second (Quadros por Segundo, em português), que é um termo técnico relacionado à fluidez das imagens dos games.

Gankar: emboscar. Comum em jogos MOBA, gankar é quando um personagem aparece de surpresa e pega o inimigo desprevenido, principalmente aqueles que estão longe de suas defesas, em posições inadequadas ou com pouca vida. Exemplo: “Vamos gankar a rota da esquerda”.

GGWP: good game, well played (“bom jogo, bem jogado”, em português). O significado do acrônimo é justamente o que está descrito, usado como forma de elogiar o desempenho de uma pessoa ou equipe.

Loot: recolher itens; saque. Loot nada mais é que um baú com itens, um inimigo morto também com itens, por exemplo. O termo “lootear” significa que o player vai justamente recolher os itens. Exemplos: “Essa sala está cheia de lot”; “Vou lotear os inimigos mortos”.

Loot box: caixa com prêmio. As loot boxes estão presentes nos jogos online, principalmente os que têm passe de batalha. Quando o player atinge uma pontuação ou conquista um objetivo, ele recebe uma loot box, que ele pode abrir e ganhar um prêmio, como pontos, moedas, skins, etc. Também é possível simplesmente comprar loot boxes com moedas in-game. 

MOBA: Multiplayer Online Battle Arena é um gênero de jogo que envolve ação, RPG e estratégia. Geralmente jogado online, o principal modo desses jogos tem como objetivo derrubar o “rei” da equipe adversária, mas para isso precisa ultrapassar os inimigos e derrubar suas linhas de defesa. League of Legends e DOTA 2 são dois exemplos de MOBAs.

Nerfar: piorar, enfraquecer. Usado quando algum personagem ou item foi atualizado e piorado. Em geral, personagens e itens são nerfados porque estão sendo muito escolhidos pelos jogadores, possivelmente por estarem muito poderosos, e aí tentam equilibrá-los na média. Tanto a palavra quanto as atualizações são frequentes em jogos online. Exemplo: “Esse personagem foi nerfado, as habilidades estão com intervalos maiores”.

No scope: frequente em jogos de tiro, no scope é quando o personagem está armado com um rifle de mira de longa distância e ele mata o inimigo à queima roupa, sem utilizar a mira.

NPC: Non Playable Character (Personagem Não Jogável, em português). Como próprio nome diz, são aqueles personagens que não controlamos. Então esse termo engloba tanto os bonecos com participação na história do jogo até pedestres de um mundo aberto, por exemplo. 

OP: overpower (“superpoderoso”, em português). Palavra comum em jogos online, é usado quando um personagem ou uma arma tem habilidades/características que o(a) fazem ser muito melhor que o resto. Exemplo: “O dano dessa metralhadora está muito alto. Ela está OP”. 

Passe de temporada: sistema de recompensas. A cada nível conquistado, o jogador ganha um item (geralmente cosmético) ou moedas do jogo.

Quebrado: item ou personagem superpoderoso. Ou seja, é a forma “abrasileirada” do termo OP. Exemplo: “Esse personagem tira muita vida. Tá muito quebrado!”. 

QTE: Quick Time Event (evento de tempo rápido, em português). São dinâmicas que acontecem durante as cutscenes e que o jogador participa. Elas podem ser feitas de algumas formas, como apertando um botão e/ou movendo o direcional. 

Quest: missão relacionada à história principal. Também existe as side quests, que são as missões secundárias. Essas palavras são comuns em jogos de mundo aberto.

Rage quit: sair do jogo antes de acabar. Acontece principalmente quando o player está perdendo ou morrendo muito. Expressão é mais usada em modos com disputa entre pessoas ou times. Exemplo: “João tava morrendo tanto que até deu rage quit”.  

RPG: Role Play Gaming (Jogo de Interpretação de Papéis, em português) é um gênero de jogo em que o jogador assume o controle de um ou mais personagens e se envolve numa jornada para resolver algum conflito. O que a maioria têm em comum é o ganho de pontos de experiência e escolha de armas e roupas.

Rushar: avançar rapidamente ao território adversário; se mover rapidamente pelo mapa. Esse termo é um estilo de gameplay, mais presente em jogos de tiro. O jogador que rusha quer fazer uma gameplay rápida, seja para pegar os inimigos desprevenidos e fora de suas posições ou para logo fazê-los mudar de estratégia. Rushar também serve para quem quer ficar se movimentando rapidamente por todo o mapa. Exemplo: “Vou rushar e plantar a bomba”.

Safe: seguro. Palavra usada para falar que o jogador ou lugar está seguro, tranquilo. Também pode se referir a um tipo de gameplay. Exemplo: “Matei todos os inimigos do galpão. Tá safe”. 

Skin: aparência. Ou seja, para personagem, as diferentes roupas e acessórios dele são suas skins. Já para armas, as camuflagens são as skins dela. 

Snaipar: jogar com personagem armado para matar inimigos à longa distância. Verbo vem da palavra sniper, que é significa tanto a arma mais comum para lutar deste tipo quanto a classe desse combatente. Exemplo: “Vou ficar snaipando de cima da torre”.

Spawn: ponto(s) do mapa onde os personagens nascem. Também existe a variação “respawn”, que é o renascimento de um personagem após uma morte. 

Tankar: aguentar, suportar. O verbo foi criado em referência à classe de personagens tank, muito comuns em MOBAs. Esses personagens têm como principais características bastante vida e defesa, portanto, sofrem menos com os danos adversários. Por conta disso, nos jogos online, são a “linha de frente” de uma batalha, como um escudo aos outros. Exemplo: “Vou tankar os inimigos da direita”.

Team fight: quando os jogadores dos times estão agrupados e estão duelando. Comum em jogos online, principalmente MOBAs. Exemplo: “Precisamos ganhar as team fights para levar esse jogo”.

Tiltar: estressar. Quando um jogador está tiltado, quer dizer que ele está nervoso, bravo. Exemplo: “O Pedro tiltou na partida passada”.

Trollar: zoar. Nos games, ela acontece geralmente de duas formas: o player usa emotes, gestos e danças para zombar do adversário; ou o player faz uma gameplay que prejudique o próprio time. Exemplo: “Esse cara está trollando nosso time, tá morrendo de propósito!”.

Upar: subir de nível, em referência a palavra inglesa up (subir, em português). Exemplo: “Preciso upar esse personagem, para deixá-lo mais forte”.

x1: disputa entre dois jogadores. Isso se dá em modos 1 vs. 1 ou mesmo em modos em equipe, mas que no momento está tendo embate entre dois players de equipes diferentes. Exemplo: “Vou pro x1 na lane da direita”. 

XP: pontos de experiência (experience points, em ingles). São com esses pontos que seu personagem aumenta de nível nos jogos ou que seu perfil sobe de level no online.

Zerar um jogo: fazer tudo que tem pra ser feito nele. Terminar missões principais e secundárias, pegar todos os colecionáveis e liberar todas as skins, por exemplo.

Para conhecer dados sobre hábitos e atividades dos gamers brasileiros, leia o relatório da Pesquisa Game Brasil 2022.

Siga nossas redes sociais:
Linkedin: gogamers.gg
Instagram: @gogamersgg
Facebook: gogamersgg

POSTS RELACIONADOS